anuncio

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Equipe da Rede Globo é deportada da Indonésia


O repórter Márcio Gomes, enviado especial da TV Globo à Indonésia, foi deportado pelo governo local junto com um cinegrafista da emissora, segundo informou o jornal Folha de S. Paulo. Márcio estava no país para acompanhar a execução do brasileiro Marco Archer, 53 anos, que foi fuzilado no último sábado após ter sido condenado por tráfico de drogas.
A dupla chegou a ser detida no sábado na cidade de Cilacap e teve os passaportes retidos.  Nesta segunda, conforme informações da própria emissora, Gomes e o cinegrafista foram transportados pela polícia para a capital Jacarta e de lá aguardaram em um hotel pelo voo para Tóquio, onde Gomes atua como correspondente.
Márcio Gomes entrou no país com visto de turista, segundo o jornal. Além da equipe da Globo, os jornalistas da Folha também foram ameaçados de deportação, mas conseguiram deixar o país sem maiores complicações. O Itamaraty não comentou o assunto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário